Clichês da Mudança

10:44


Me surpreendo quando olho para trás e vejo como estou mudada. Larguei a boneca por uma garrafa de vodka, o rosa pelo preto, os vestidinhos por um shorts jeans, as sandálias por um par de All Star, a inocência pela malícia, a bondade pela ironia. Eu sei que as pessoas mudam de acordo com que o tempo passa, mas uma mudança tão drástica assim?

Fico pensando se a criança que eu fui se orgulharia da garota-mulher que sou hoje, mas acho que não. Não quando se troca o pirulito favorito por um maço de cigarro. As vezes queria voltar para aquele tempo. Onde tudo o que doía eram em mim eram os cortes que eu tinha devido aos piques, queimada e etc. Voltar para aquela inocência boa de criança. Mas ao mesmo tempo prefiro continuar assim. Em meio aos meus prazeres e desejos. Parece algo sadomasoquista, mas não é.

Hoje em dia não ligo para bonecas vestidinhos fofinhos e esses clichês infantis. Prefiro minha garrafa de vodka - que, por falar nisso, tenho que comprar outra -, meu maço de cigarro, minhas roupas desfiadas e desleixadas, meu All Star surrado. Eu tenho até um namorado. Sei que você deve estar pensando em como uma drogada - por que tenho certeza que é assim que você esta me chamando agora - arranjou um namorado, mas essa é a vida não é mesmo?

Prefiro ficar aqui na minha casa bebendo, fumando e fazendo sexo com ele do que voltar ao tormento de minha infância . Do que adianta uma criança inocente se ela vive num lugar podre? Prefiro um demônio no céu do que um anjo no inferno.

Talvez você goste também

0 comentários